Tal como o resto do mundo em 2020, o nosso projecto foi afectado pela pandemia da COVID-19. Tivemos de fazer muitas adaptações. Mesmo assim, tivemos muitas realizações. Estes são alguns dos destaques do ano, extraídos de um relatório recente da Directora do Projecto Jessie Forsyth.

Centro de saúde comunitário de Tevele, construído pelo projecto

A construção de todas as novas infra-estruturas de saúde foi concluída, incluindo a construção de quatro maternidades rurais e três casas de espera para mulheres grávidas em capitais distritais, cada uma com o seu próprio sistema de electrificação solar.

O nosso trabalho com 20 comunidades parceiras está em curso e no geral a participação e a liderança das mulheres continuam fortes.

As actividades de envolvimento comunitário continuam a galvanizar a mudança. Através dos comités de saúde, continuamos a ouvir relatos de interacções positivas com membros da comunidade quando aconselhados a procurar cuidados pré-natais ou a viajar para um centro de saúde para o parto, alguns dos quais não o teriam feito, especialmente durante a COVID-19.

As comunidades começaram a criar comités da juventude como parte de uma estratégia para aumentar o envolvimento dos jovens.

Os nossos Trabalhadores de Apoio Comunitário e comités de saúde realizaram sessões adaptadas de construção comunitária em apoio ao aumento do bem-estar em nossas 20 comunidades parceiras, incluindo a monitoria de micro projectos existentes e a preparação e formação para novos micro projectos. Cada sessão incorporou material sobre a prevenção e resposta à COVID-19 e envolveu pequenos grupos de pessoas para garantir a observância do distanciamento social. Eles também contribuíram para as equipas de vigilância epidemiológica da COVID-19 de nível distrital, apoiando os membros da comunidade identificados como sendo de risco devido à viagens recentes, rastreamento de contactos, fornecimento de educação sobre a prevenção e quarentena e partilhando informações sobre os membros da comunidade em risco desconhecidos pelo distrito.

Novo micro projecto de moageira de farinha

Foram implantados sete novos micro projectos (todos de moageiras de farinha). A planificação, aquisição e estabelecimento de micro projectos correu muito bem, seguida de formação técnica e administrativa para as equipas de micro projectos. A participação em micro projectos está avançada em relação a meta estabelecida nos sete novos e três micro projectos previstos.

Desenvolvemos ferramentas de ensino a partir do Estudo de Experiências Maternas e as usamos efectivamente em sessões de formação contínua para profissionais de saúde que trabalham com adolescentes.

As sessões comunitárias de saúde materna e sexual estiveram em curso, embora em menor número do que nos anos anteriores. Cada sessão de educação incorporou conteúdos sobre a prevenção e mitigação do impacto da COVID-19, especialmente em relação à saúde materna e neonatal. Realizaram-se sessões nos comités de saúde, bem como nos mercados comunitários, nas fontes de água (furos/bombas de água) e nos bairros, no âmbito das actividades de divulgação de informação pelo comité de saúde.

As sessões de gestão realizadas no local concentraram-se na preparação da próxima ronda de protocolos prioritários, desta vez enfatizando os planos de pré-/eclâmpsia e parto.

A formação contínua dos profissionais do sistema de saúde esteve em curso, embora adaptada à COVID-19. Todas as sessões incorporaram educação sobre a prevenção e resposta à COVID-19. As sessões de género e saúde e as sessões de reflexão sobre a formação contínua, em particular, foram desenvolvidas no âmbito do trabalho do projecto de aprofundar a compreensão do impacto entre os beneficiários, reforçando simultaneamente o ensino/aprendizagem fundamentais sobre a igualdade entre homens e mulheres como um factor determinante da saúde. Todas as sessões reforçaram o envolvimento dos adolescentes em serviços de saúde sexual e reprodutiva e estratégias para fortalecer o envolvimento dos adolescentes em intervenções do projecto.